terça-feira, 22 de junho de 2010

MARIO OLIVEIRA QUER PROIBIR A REFORMA (CONFISCO) AGRÁRIA E PRENDER A MILÍCIA TERRORISTA DO PT O "M.S.T."

O candidato presidencial do PTdoB, engenheiro, advogado e empresário Mario Oliveira Filho quer o fim imediato da milícia terrorista pró-farc do PT, o M.S.T. Esse disparate permitido pelas Forças Tapadas do Brasil que impõe tocaia na frente de propriedades privadas, faz seqüestros, roubos inclusive dos acampados, estupros, e muita destruição terrorista, é paga sim, paga com o nosso dinheiro que o des-governo rouba do povo. O TCU calculou mais de 4.5 bilhões de reais roubados (não prestados conta) que foram para as GONGs (ONGs de gangsters) que alimentarão necessidades particulares de seus dirigentes e campanhas políticas da eskerda que assalta o povo para tomar controle da democracia e formentar assim a ditadura terrorista através de alimentação do M.S.T. para ficar bem "fortinho" e fingir cena para convencer a população que o confisco de propriedades privadas são uma "necessidade". Só que são essas propriedades que mantém a balança comercial do Brasil positiva. Hoje o M.S.T. é o maior possuidor de terras no país e produz praticamente nada, e eles querem mais terras, claro, porque as terras ficarão de posse do partido-estado, o Partido dos Terroristas, assim se realiza o sonho comunista de tomar tudo que é dos outros para os deuses do partido-estado que de alguma forma darão algumas migalhas como cargos de confiança. ESSE É UM PAÍS ONDE HÁ ESSA GENTE QUE NÃO EMPREENDE, MAS QUER ROUBAR PARA VIVER DE MAMATA. O exemplo é Cuba, a população não trabalha, não produz, e a pobreza multiplica-se. Veja abaixo o vídeo com o presidenciável Mario Oliveira e o que Mulla e bando fazem com os nossos impostos. Collor foi impeachmado por 16 milhões, Mulla ri de todos ao roubar mais de 4 bilhões... ROUBALHEIRA GERAL... A TUMA DO PT SÓ PENSA NISSO!

1

2

3 (Sobre o MST e Vía Campesina da Marijuana)

4 (Visite o Movimento Independência Brasil www.mibrasil.com.br)

5. Mario de Oliveira é recomendado pelo professor, filósofo, jornalista Olavo de Carvalho


NVJR

Agenda Pré-candidato Mario Oliveira

1. Reuniões com Equipe para Finalização do Programa de Governo.

2. Entrevista na Rádio da
Universidade Metodista

3. Entrevista com Herodoto Barbeiro foi ao ar no dia 15, às 21h30 na TV Cultura.

Postado por NVJR em 19 junho 2010 às 12:42 ‚Äî 2 Comentários

NVJR

TV Estadão entrevista Mario Oliveira


A TV Estadão abre espaço para que os pré-candidatos dos partidos considerados pequenos que disputam a Presidência possam expor suas ideias. Assista à entrevista com Mario Oliveira, do PT do B

ENTREVISTA COM JORGE SERRÃO DO BLOG ALERTA TOAL!
Continuar

Postado por NVJR em 5 junho 2010 às 19:00 ‚ 3 Comentários

NVJR

Mario Oliveira pontua novamente no 2º maior Colégio Eleitoral do País.

Segundo os resultados da pesquisa de intenção de voto para Presidente divulgada em 02/06/2010 pelo Instituto Sensus em Minas Gerais , Mario Oliveira se destaca em 4º lugar com 1 % dos votos estimulados.


Veja a Tabela:

Continuar

Postado por NVJR em 3 junho 2010 às 19:00 ‚Äî 1 Comentário

NVJR

Mario convidado à Rede Record

Postado por NVJR em 29 maio 2010 às 13:04

TCU vê desperdício em repasses para ONGs e assentamentos

terça-feira, 22 de junho de 2010 | 5:33

Por Rosa Costa, no Estadão:
Entre as 15 ressalvas e 13 recomendações existentes no relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) sobre as contas do governo federal no ano passado, quase a metade delas se refere apenas a dois temas: reforma agrária e repasse de recursos para organizações não-governamentais (ONGs) e outras entidades privadas.

O documento será entregue nesta terça-feira, 22, aos presidentes da Câmara e do Senado, Michel Temer (SP) e José Sarney (AP), ambos do PMDB. Cabe agora aos parlamentares analisar o texto aprovado com ressalva pelos ministros do TCU, na semana passada.

No seu voto, o relator, ministro Raimundo Carreiro, faz uma série de alertas sobre o desperdício de dinheiro público nas duas áreas e levanta a suspeita de politização nos dois setores, evidenciada - segundo as auditorias - pela lista de beneficiários alheia a critérios técnicos e de aproveitamento. “São áreas cuja avaliação é dificultada pela baixa confiabilidade dos dados disponíveis”, adverte o documento.

Sobre a reforma agrária, o texto afirma que a falta de estrutura nas áreas assentadas pode tornar o programa “insustentável”, com o consequente desperdício do dinheiro público.

No caso das ONGs, o relatório do ministro Carreiro diz que, de 2006 a 2009, o valor empenhado nos convênios cresceu 77% - de R$ 16,86 bilhões em 2006 para R$ 29,75 bilhões em 2009.

A ausência da prestação de contas, na maioria municípios, também aumentou. Em 2006, 5.546 favorecidos com R$ 2,80 bilhões deixaram de informar os gastos. No ano passado, 6.132 beneficiados por R$ 4,50 bilhões não informaram ao governo como, quando e onde aplicaram o dinheiro. Em quatro anos, o total de prestações de contas não analisadas cresceu 19%.

Fragilidades
Os auditores do TCU encontraram “diversas fragilidades” no setor, especialmente quanto aos dados que deveriam subsidiar a análise dos programas, a falta de pessoal capacitado para os serviços previstos nos contratos e o descompasso entre valores repassados e metas dos programas. Pediram “que sejam adotadas medidas para reduzir o estoque de prestações não analisadas”.
Aqui

Por Reinaldo Azevedo

7 comentários em “TCU vê desperdício em repasses para ONGs e assentamentos”

  1. Rovison disse:

    Até quando vai essa farra com o dinheiro do contribuinte brasileiro?
    Até quando políticos e ONGs inúteis vão se locupletar do erário sem sofrer nenhuma consequencia mais grave?
    Até quando teremos que sustentar com nossos impostos essa casta de parasitas?

  2. Paulo Bento Bandarra disse:

    É o custo socialismo. Desbaratar enormes recursos públicos sem o mínimo retorno para a sociedade.

    Devemos batalhar pela adoção do índice de produtividade do MST. Quem consegue ficar abaixo disto não merece a terra mesmo. Tirar de quem produz mais para ter as terras tornadas improdutivas ou minimamente aproveitadas não faz sentido e só aumenta preços e a fome no campo.

  3. L.Candeia disse:

    Parece-me que estamos mais próximos do que se pensa do momento em que o “governito estilo jeca/cucaracha” reconheça o PCC como “organização não governamental” e ou “movimento social” e lhe direcione verbas - obviamente tungadas do nosso bolso…

  4. Itamar Piffer disse:

    Método da instituição do capitalismo com o dinheiro alheio.

  5. Zamir Anjos disse:

    O relatório infelizmente vai ser pulverizado.
    Nas mãos de quem?
    Sarney e Temer?
    É uma temeridade.

  6. bereta disse:

    Não bastasse o dinheiro que se aplica após o assentamento propriamente dito, o dinheiro aplicado antes, ou seja, a aquisição de terras inapropriadas para lavoura, alagadas, ou alagáveis, cuja negociação se faz as escuras, beneficiando terceiros, pelas grandes somas em comissões…. Vinde vede….

Nenhum comentário: