terça-feira, 8 de março de 2011

ENGATES KADEE EM VAGÕES FRATESCHI


Este post vai para os ferromodelistas novatos que já têm alguma noção de aperfeiçoamento de detalhes de vagões com base nos produtos Americanos mostrados em revistas, web sites de lojas Brasileiras, estrangeiras além dos e-shops no Mercado Livre e outros, mas que têrm dúvidas sobre como aumentar o realismo de seus vagões de forma tão fácil. Há alguns anos eu comprei um vagão FHD ALL. O vagão é bem detalhado ao nível dos vagões da Accurail que possuem detalhes moldados no corpo com boa profundidade de detalhes o que dá impressão de alguns serem aplicados. No entanto as rodas com flanges em padrão NEM "antigo" (o padrão atual tem flanges próximas do padrão NMRA) e rodas que considero um pouco grandes para o padrão visto aqui onde a bitola é de 1 metro o que permite o apoio dos chassis sobre os truques serem baixos porque os truques são estreitos, assim eles não tocam nas caixas de saída de grãos, então usei umas rodas Americanas que são 1 mm mais baixas para dar um visual mais baixo ao vagão. A Frateschi fez bem em basear o projeto no padrão de bitola larga que tem base mais alta o que deixa o vagão estranho a quem olhar, mas na vida real ele é assim mesmo. No entanto eu gostaria que a Frateschi fizesse a versão alongada desse vagão, venderia ainda mais, as duas versões coexistem também em ferrovias de bitola estreita.

Detalhe da montagem rente ao topo do chassis.

Detalhe do engate montado na parte inferior do chassis (dica a seguir).

Eu já tinha comprado os engates Kadee no ato de compra do vagão e decidi instalá-los. O encaixe da Frateschi parece perfeito à primeira vista, tudo funcionou bem, no entanto, um erro de projeto que fez os engates ficarem uns 2 mm abaixo do nível das locomotivas Americanas "made-in-China" que tenho. Nas fotos acima vocês vêem a diferença. As caixas de engates nos vagões Americanos ficam numa posição que deixa os engates no nível correto, isso é, as hastes ou braços dos engates ficam rentes ao nível superior dos chassis como na vida real, o que chamamos de proporção em escala. Daí eu percebi que eu devia ter comprado engates posicionados sobre as hastes ou braços como dizemos para que eles ficassem na posição padrão, mas esses engates são difíceis de encontrar no Brasil. Então eu recomendo a vocês três dicas:

1) os engates Kadee tipo 40 Series Magne-Matic(R) Couplers mas de braços médios ou curtos ou;

2) usar engates da Bachamann ou McHenry e cortar os encaixes das caixas de engates e colar as hastes ou braços dos engates dentro do túnel do chassis de cada vagão. Para isso eu recomendarei a cola Araldite instantânea, ou se vocês forem mais pacientes, usar a Araldite comum (24 horas) que tem melhor resistência. Daí os engates ficarão muito bem posicionados como nos vagões reais, na altura dos túneis dos chassis.

3) mas deixo por último a opção mais drástica, barata e precisa. Remova o piso do vagão. Use um alicate de cutícula e recorte a parte do chassis que dá suporte aos engates tipo Kadee após marcá-los com caneta ou grafite ou ponta de chave de fenda bem fina ou mesmo estilete. Comece a cortar o plástico com o alicate e depois lixe o apoio recortado. Corte o parafuso da caixa do engate em 2 mm e assim que começar a aplicar o parafuso, aplique um pingo de SuperBonder porque o parafuso tende a ficar frouxo devido á remoção do calço do engate que deixava-o baixo. Aplique a caixa de encate com o engate montado e feito. O engate ficará na altura correta.

Eu postei um vídeo mostrando todo o trabalho.

Esta é a foto do vagão antes de eu fazer a alteração.

Nenhum comentário: