terça-feira, 5 de abril de 2011

NOROESTE DO BRASIL - A BELÍSSIMA PONTE SOBRE O RIO AQUIDAUANA!


A ALL - América Latina Logística teve uma grande sorte ao assumir a administração do trecho da Noroeste do Brasil que é a ferrovia que começa em Bauru, SP e vai até Corumbá no Pantanal cuja foi a mais importante cidade portuária fluvial do Brasil entre os anos 1700 e final dos anos 1800. A ferrovia serviria para levar bens para a região Matogrossense se desenvolver além da Bolívia e distribuir para Cáceres e Cuiabá onde até hoje não há ferrovia, bem como o baixo Pantanal, além de poder trazer de lá produtos que subiam de Buenos Aires e Asunción para Corumbá, além de gado, carnes, minérios para as siderúrgicas paulistas e pedriscos tanto para lastro quanto para construção civil. A sorte da ALL foi o imenso potencial turístico que a ferrovia tem e isso gera mais produto para a empresa explorar que é o acordo de uso de via que hoje entre Campo Grande e Miranda é cedido à Serra Verde Express operar o Pantanal Express, um trem simples que também aspira luxo antigo e muito saudosismo. O trem é composto por duas G12 muito bem cuidadas e polidas para sempre dar boas impressões aos clientes, alguns carros Budd da antiga Sorocabana bem preservados e alguns modificados, uns Santa Matilde transformados em camarote ao estilo Inglês, segunda classe, carro café e classe econômica (sem condicionador de ar), esses últimos são poucos, uns dois, e vão no final do trem. Eles lembram o passeio original composto esses carros simples apenas. Os de segunda classe hoje têm janelas maiores e assistência de ar-condicionado. Os executivos são formados pelos Budd. Mas o potencial turístico a ser explorado nessa ferrovia não está apenas o Pantanal e as paisagens pitorescas de fazendas e pastos além das chapadas da Serra de Maracaju, mas no charme das antigas pontes de ferro construída pelos Americanos que investiram na ferrovia e montadas por Brasileiros e Japoneses. É muita história. E para o deleite de vocês, mostro fotos de uma das mais bonitas pontes da Noroeste do Brasil que fica em Aquidauna no trecho Aquidauana-Miranda, sentido a Corumbá. Essa ponte fica sobre uma curva fechada do Rio Aquidauana perto da cidade que leva o mesmo nome. A palavra "aquidauana" vem do Tupi-Guarani e significa "rio estreito."

Eu por ser sul-matogrossense, tenho muito orgulho pelo feito de nossos desbravadores, nossos heróis. O povo Americano tem um dedilhar (particiação) na abertura dessas terras e na condução das coisas primárias que permitiram viabilizar qualquer tipo de desenvolvimento na região como: religião (Congregação Redentorista), educação (Congregação Redentorista), evolução logística (Estrada de Ferro Noroeste do Brasil e construção da Base Aérea de Campo Grande), construção do gasoduto Bolívia-Brasil, formação da Cidade de Dourados, construção da ponte ferroviária sobre o Rio Paraguai na década de 30 cujo desenho devia ser o mais sofisticado do mundo, construção da ponte ferroviária sobre o Rio Paraná, uma das mais lindas da América do Sul.

Embora o Mato Grosso do Sul ainda seja um estado tão atrasado, considere que o mais difícil que foi dar forma de civilização à esta grande porção territorial do Brasil se deve aos Portugueses considerando a Corôa Portuguesa e a sua descendência a Corôa Brasileira que segurou essa porção aos Brasileiros, também aos Brasileiros, Americanos e Japoneses. Então tenham em mente que essa ponte entre outras pontes de ferro tão lindas da antiga NOB (Noroeste do Brasil) é fruto dessa união.

2 comentários:

Mauricio Couto disse...

Amigos.. desculpem usar esse espaço!
Estou vendendo um modelo Marklin 1979 em perfeito estado de conservação! podem ver fotos nesse anuncio http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-179291573-trem-eletrico-marklin-ho-alemo-1979-reliquia-_JM

interessados: mauriciocouto@gmail.com

FERROMODELISMO disse...

Oi Maurício,

Pode participar, fico honrado por isso. Eu faço questão que mais pessoas escrevam aqui no blog e tenho reclamado que poucos têm feito isso. Seja bem-vindo!