quinta-feira, 1 de março de 2012

MATÉRIA IMPORTADA: TOMA FILHA-DILMA-PUTA! = TOMEM ATITUDE, SENHORES MILITARES! ESTAMOS COM VOCÊS!

EU NÃO RECONHEÇO ESSA FILHA-DILMA-PUTA COMO LÍDER SUPREMA DE NOSSA NAÇÃO!
ISSO É UM DEBOCHE INTERNACIONALISTA QUE DEVEMOS COMBATER DE MÃOS ARMADAS!
DILMA = FARC NO PODER!

"ELES QUE VENHAM. POR AQUI NÃO PASSARÃO!"

Este é um alerta à Nação brasileira, assinado por homens cuja existência foi marcada por servir à Pátria, tendo como guia o seu juramento de por ela, se preciso for, dar a própria vida. São homens que representam o Exército das gerações passadas e são os responsáveis pelos fundamentos em que se alicerça o Exército do presente.

Em uníssono, reafirmamos a validade do conteúdo do Manifesto publicado
no site do Clube Militar, a partir do dia 16 de fevereiro próximo
passado, e dele retirado, segundo o publicado em jornais de circulação
nacional, por ordem do Ministro da Defesa, a quem não reconhecemos
qualquer tipo de autoridade ou legitimidade para fazê-lo.

O Clube Militar é uma associação civil, não subordinada a quem quer
que seja, a não ser a sua Diretoria, eleita por seu quadro social,
tendo mais de cento e vinte anos de gloriosa existência. Anos de luta,
determinação, conquistas, vitórias e de participação efetiva em casos
relevantes da História Pátria.

A fundação do Clube, em si, constituiu-se em importante fato
histórico, produzindo marcas sensíveis no contexto nacional, ação
empreendida por homens determinados, gerada entre os episódios
sócio-políticos e militares que marcaram o final do século XIX. Ao
longo do tempo, foi partícipe de ocorrências importantes como a
Abolição da Escravatura, a Proclamação da República, a questão do
petróleo e a Contra-revolução de 1964, apenas para citar alguns.

O Clube Militar não se intimida e continuará atento e vigilante,
propugnando comportamento ético para nossos homens públicos,
envolvidos em chocantes escândalos em série, defendendo a dignidade
dos militares, hoje ferida e constrangida com salários aviltados e
cortes orçamentários, estes últimos impedindo que tenhamos Forças
Armadas (FFAA) a altura da necessária Segurança Externa e do perfil
político-estratégico que o País já ostenta. FFAA que se mostram, em
recente pesquisa, como Instituição da mais alta confiabilidade do Povo
brasileiro (pesquisa da Escola de Direito da FGV-SP).

O Clube Militar, sem sombra de dúvida, incorpora nossos valores,
nossos ideais, e tem como um de seus objetivos defender, sempre, os
interesses maiores da Pátria.

Assim, esta foi a finalidade precípua do manifesto supracitado que
reconhece na aprovação da "Comissão da Verdade" ato inconseqüente de
revanchismo explícito e de afronta à lei da Anistia com o beneplácito,
inaceitável, do atual governo.

Assinam, abaixo, os Oficiais Generais por ordem de antiguidade e os
Oficiais superiores por ordem de adesão.

OFICIAIS GENERAIS
Gen Gilberto Barbosa de Figueiredo
Gen Amaury Sá Freire de Lima
Gen Cássio Cunha
Gen Ulisses Lisboa Perazzo Lannes
Gen Marco Antonio Tilscher Saraiva
Gen Aricildes de Moraes Motta
Gen Tirteu Frota
Gen César Augusto Nicodemus de Souza
Gen Marco Antonio Felício da Silva
Gen Bda Newton Mousinho de Albuquerque
Gen Paulo César Lima de Siqueira
Gen Manoel Theóphilo Gaspar de Oliveira
Gen Elieser Girão Monteiro

OFICIAIS SUPERIORES
...
OFICIAIS INTERMEDIÁRIOS
...
OFICIAIS SUBALTERNOS
...

Um comentário:

Anônimo disse...

que todos integrantes do pt mais sarna sarnei color, e alguns mais que morram o mais rapido possivel